Cindes
Senai
Sesi
Iel
Ideies
IRI

Alimentos e Bebidas

A Câmara Setorial das Indústrias de Alimentos e Bebidas objetiva propor, apoiar e acompanhar ações para o desenvolvimento das atividades dos setores a ela relacionados, formular e propor políticas públicas, fixar diretrizes e prioridades para a consecução de ações e a captação de recursos, dentre outros.

Composta pelos seguintes sindicatos:

  • Sindimassas (Sindicato da Indústria de Massas Alimentícias e Biscoitos)
  • Sindibebidas (Sindicato da Indústria de Bebidas em Geral)
  • Sincongel (Sindicato da Indústria Alimentar de Congelados, Supercongelados, Sorvetes, Concentrados e Liofilizados)
  • Sindicacau (Sindicato da Indústria de Produtos de Cacau e Balas, Doces e Conservas Alimentícias)
  • Sincafé (Sindicato da Indústria de Torrefação e Moagem de Café)
  • Sindifrio (Sindicato da Indústria de Frio)
  • Sindipães (Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria)
  • Sindiplastes (Sindicato da Indústria de Materiais Plásticos do Estado do Espírito Santo) e por órgãos setoriais
  • Sindilates (Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado do Espírito Santo)
  • Sindipesca (Sindicato das Indústrias da Pesca do Estado do Espírito Santo)
  • Sindifabra (Sindicato da Indústria de Fabricação de Ração Animal do Estado do Espírito Santo)

Presidente:

  • Sérgio Rodrigues da Costa

Vice-Presidente:

  • Vladimir Rossi

Executivo:

  • Priscila Donatti Leão Alvarenga

Analista do Escritório de Projetos:

  • Marcelle Werneck de Souza

Conselheiros:

  • Agostinho Miranda Rocha
  • Alzira Delazare Targa
  • Andréa Araújo
  • Cláudio José Rezende
  • Edvaldo Silveira Patês Júnior
  • Egídio Malanquini
  • Evaldo Mario Lievore
  • Gibson Barcelos Reggiani
  • Gilmar Guanandy Régio
  • Luiz Carlos Azevedo De Almeida
  • Mauro Lúcio Peçanha De Almeida
  • Pedro Carnielle
  • Raiane Augusta A. Monteiro
  • Rosana Brandão Leal
  • Wellington Simões Villaschi Filho
  • Zenaide Fabris

Projetos Prioritários:

  • Melhoria do relacionamento das indústrias de alimentos com os órgãos fiscalizadores
  • Levantamento de demanda de serviços nas indústrias alimentícias
  • Valorização do produto capixaba com os supermercadistas