Cindes
Senai
Sesi
Iel
Ideies
IRI

Últimos dias: Projeto 027 vai até domingo (10) no Sesi Arte Galeria

Quem ainda não conferiu as obras de perto tem até o próximo domingo (10) para visitar a exposição

O “Projeto 027” está chegando aos últimos dias da temporada no Sesi Arte Galeria. O público poderá conferir de perto as obras de cinco grandes artistas capixabas até o próximo domingo (10). Nomes como os veteranos Orlando Rosa Farya e Heidi Liebermann fazem parte do projeto, assim como representantes da nova geração; é o caso de Gui Castor e Ana De Sena, que iniciou o seu processo criativo no primeiro dia da exposição e, desde antão, vem construindo diariamente sua arte. Outro grande nome da exposição é Helena Dias Sardenberg.

Pintura, colagem, vídeo, foto e desenho, fazem parte das ferramentas utilizadas pelos artistas para mostrar a diversidade artística do Espírito Santo. Diferentes gerações reunidas em um único espaço para mostrar individualmente o universo artístico de cada um.

 

Oficina Criativa

Ótima opção para estimular os dons artísticos e que tem feito sucesso entre adultos e crianças, a Oficina Criativa é um dos destaques do Projeto 027.  “É um ambiente descontraído, cheio de carimbos, lápis, cola bastão, papéis para colagem. O conceito da ação é fazer algo relacionado à produção industrial. Por isso trouxemos a ideia dos carimbos, para desenvolver padronagens, estampas, como ocorre na produção industrial. Os participantes produzem peças simples, que podem levar para casa. As oficinas, guiadas pelos mediadores, agregam valor pelo seu caráter educativo e cativam pelo aspecto da interatividade”, explicou a curadora Rosa-Nina Liebermann.

Exposição – Projeto 027

Data: Até o dia 10 de dezembro

Visitação: de terça a sexta, das 08h30 às 18h30. Sábados, domingos e feriados de 10h às 17h

Local: Sesi Arte Galeria – Av. Nossa Senhora da Penha, 2053, térreo – Edifício Findes, Santa Lúcia – Vitória/ES

Entrada gratuita

Contato: 3334-5761

Conheça todos os artistas:

Read More

Empreendedorismo feminino em debate

Ala Feminina vai debater o perfil e os desafios de mulheres empreendedoras capixabas

A participação das mulheres no mercado de trabalho tem crescido a cada ano em todo o país. Prova disso é o resultado da pesquisa “Empreendedoras e Seus Negócios”, elaborada pela Rede Mulher Empreendedora (RME) entre agosto e setembro de 2017. O estudo constatou que as mulheres representam 43% dos empreendedores brasileiros. Elas são movidas pela vontade de mudar o mundo, não apenas pelo dinheiro, e escolhem empreender para ter mais tempo para a família. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34% e já passa de 8 milhões, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Para debater esse cenário, o Cindes Jovem vai promover na próxima segunda-feira (4/12) às 18h30, na Findes, o Ala Feminina. O evento vai contar com a participação de três mulheres empreendedoras capixabas, que vão contar seus desafios e superações no mundo empreendedor. Também haverá uma exposição de alguns produtos e serviços criados por mulheres, mostrando a diversificação e o potencial do trabalho feminino no Espírito Santo.

Segundo a coordenadora do evento, a arquiteta Michele Zuccolotto, o objetivo é mostrar que há um mercado em expansão para as mulheres, tanto como empreendedor quanto consumidor. “O Ala Feminina quer incentivar que outras mulheres empreendedoras também apostem no seu negócio”.

As inscrições para o Ala Feminina são gratuitas e estão abertas. Basta acessar: bit.ly/ala-2017.

Perfil Empreendedor Feminino – alguns dados

– 55% das empreendedoras brasileiras têm filhos e, dentre as que são mães, 75% decidiram empreender após a maternidade

– 55% das empreendedoras buscam mais qualidade de vida, porém 39% delas trabalham 9h ou mais por dia

– 79% das empreendedoras entrevistadas possuem ensino superior completo

– A média de idade das empreendedoras brasileiras é de 39 anos, 61% delas são casadas e 44% são chefes de família

– 35% das empreendedoras respondentes é MEI, e destas, 17% tem sócios e 39% conta com alguém trabalhando/ ajudando no negócio

Fonte: Pesquisa “Empreendedoras e Seus Negócios”, 2017.

Read More