O Boletim Econômico Capixaba divulgado em novembro pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial e Educacional do Espírito Santo (Ideies) aponta que as exportações capixabas avançaram 8% no mês de outubro, alcançando o segundo melhor patamar do ano. O montante de US$ 710,2 milhões perde apenas para março, quando as exportações somaram US$ 761,9 milhões.

O resultado, segundo o documento, está diretamente relacionado à valorização das commodities (2,5% no último mês) e ao avanço de 57,5% da comercialização de produtos semimanufaturados – com destaque para ferro, aço e café. Em relação ao mesmo mês de 2016, o Estado teve crescimento de 55,5%. No ano, acumula 26,5% de alta, com total de US$ 6,6 bilhões de janeiro a outubro.

O documento publicado pelo Ideies trata também sobre os resultados do Governo do Estado nos últimos anos e joga luz sobre o ajuste fiscal realizado a partir de 2015. “As despesas com pessoal também foram reduzidas de 2015 para cá e, mesmo com queda acentuada na Receita Corrente Líquida, a relação entre as duas variáveis apresenta ligeira redução, afastando os números do governo do limite de alerta da Lei de Responsabilidade Fiscal”, destaca o texto.

Saiba mais
Entre os demais temas presentes no Boletim Econômico Capixaba estão a trajetória da taxa básica de juros, o cenário econômico capixaba, o desempenho industrial e o saldo de operações de crédito na indústria.

Saiba mais acessando a publicação completa:

http://ideies.org.br/dados/