Reconhecida como a mais importante ação para o desenvolvimento e qualificação de empresas fornecedoras de bens e serviços, o Programa Integrado de Desenvolvimento e Qualificação de Fornecedores (Prodfor) entregará 27 certificações durante solenidade que irá acontecer nesta terça-feira (19), no MS Buffet.

O Prodfor representa uma ação conjunta das principais organizações estabelecidas no Estado para promover a capacitação dos fornecedores locais, por meio da realização de um sistema devidamente organizado. O programa tem com coordenação executiva o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e é mantido pelas empresas: ArcelorMittal, Chemtrade Brasil, Cesan, EDP, Fibria, Petrobras, Samarco, Sebrae, TechnipFMC e Vale.

Segundo o superintendente do IEL-ES, Paulo Lacerda, o programa se tornou referência nacional. “É uma satisfação para o IEL fazer a coordenação executiva do programa e formar executivos, visando à profissionalização da gestão. Estamos em continuo aperfeiçoamento, para fazer frente aos novos desafios”, disse.


Destaques e certificações

Na solenidade serão certificadas 27 empresas, sendo 23 no Sistema de Gestão da Qualidade em Fornecimento (SGQF), três no Sistema de Gestão Financeiro, Fiscal e Trabalhista (SGFFT) e uma empresa no sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (SGSS).

Além dos certificados, serão premiados três fornecedores: Destaque na Manutenção do Sistema de Gestão de Qualidade em Fornecimento – SGQF do Grupo 2016, Fornecedor destaque na Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade em Fornecimento – SGQF e Fornecedor destaque na Certificação do Sistema de Gestão Financeiro, Fiscal e Trabalhista – SGFFT.


20 anos Prodfor

Desde sua primeira certificação em 1998, o objetivo do programa é estabelecer e implementar um modo integrado para o desenvolvimento e qualificação dos fornecedores das principais empresas instaladas no Espírito Santo.

Após 20 anos, o Prodfor teve o reconhecimento de maior e melhor programa de certificação de fornecedores do Brasil, de acordo com a Confederação Nacional da Indústria – CNI.

Imprimir

Notícias Relacionadas