Estado recebeu mais de 10 missões empresariais chinesas nos últimos meses, e o crescimento de mais de 50% nas exportações dos últimos 2 anos aponta para mais “negócios da China” em 2018. Participam da maior feira de mármore e granito da Ásia, os presidentes das principais entidades do setor de rochas capixaba: Tales Machado (Sindirochas), Eutemar Venturim (Cetemag) e José Antônio Guidoni (Centrorochas). 

Não é de hoje que a China é um dos maiores parceiros do Brasil em importação e exportação de matéria-prima e bens de consumo. No setor de rochas ornamentais, por exemplo, o país ocupa a segunda posição no ranking de importadores. Apenas em dezembro de 2017, foram mais de 14 milhões de dólares gastos pelos chineses com mármore e granito brasileiros.

“A China é responsável pela compra de mais de 40% do material de rochas produzido no Espírito Santo, então essa é uma oportunidade de estreitar relacionamento e aumentar as oportunidades de negócios entre os dois países”, aponta o subsecretário estadual de Transporte, Logística e Comércio Exterior, Neucimar Fraga.

Segundo dados do Sindicato das Empresas de Rochas Ornamentais do Espírito Santo (Sindirochas), entre os dez principais países que importam as rochas ornamentais capixabas, a China foi o que registrou o maior crescimento entre 2015 e 2017: 56,85%. Em 2015, as exportações do Espírito Santo para a China somaram quase US$ 48 milhões, chegando a atingir a marca de US$ 69,5 milhões em 2016. Já no ano passado houve um salto considerável – mais de US$ 75 milhões em exportações do setor para o oriente.

Para Tales Machado, presidente do Sindirochas, o Espírito Santo enxerga na China um parceiro promissor. “A China tem crescido gradativamente na relação com o Brasil. Nos últimos três anos, o país vem subindo muito, embora o peso ainda seja muito maior para os EUA”, detalha. O Estado recebeu mais de 10 missões empresariais chinesas nos últimos meses, confirmando o interesse crescente nos materiais capixabas.

Feira internacional de Vitória marca presença na China

Aproveitando o cenário positivo e buscando novas parcerias, uma equipe da Vitória Stone Fair está na China, visitando a feira de Xiamen, importante evento internacional para o setor de rochas. A expectativa é que a participação renda bons frutos para a relação entre o Brasil e o oriente, trazendo novos expositores e visitantes para a feira brasileira, que acontece de 5 a 8 de junho no Carapina Centro de Eventos.

Flávia Milanez, da Milanez & Milaneze, empresa promotora das feiras de Vitória e Cachoeiro, exalta a importância de se fazer presente nos eventos do calendário internacional do setor. “É uma ótima oportunidade para divulgar as rochas brasileiras e as feiras realizadas aqui. A China é um grande mercado para o Brasil, precisamos estreitar cada vez mais os laços e trazer mais parceiros”, pontua.

Além das visitas realizadas pela equipe da Milanez & Milaneze, a Vitoria Stone Fair tem delegados e representação internacional em mais de 40 países, com o objetivo de divulgar e buscar novos expositores e visitantes para a feira brasileira. China, Índia, Portugal, Espanha e Turquia são alguns exemplos.

A Vitória Stone Fair l Marmomac Latin America é realizada pela Milanez & Milaneze, empresa do Grupo Veronafiere, promovida pelo Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Estado (Sindirochas) e Centro Tecnológico do Mármore e do Granito (Cetemag). Conta com apoio da Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (Abirochas) e do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas), além do Governo do Estado do Espírito Santo, Sistema Findes, Sesi-Senai e Sebrae/ES.

Por Karina Porto Firme
Assessoria de Comunicação do Sindirochas

Imprimir

Notícias Relacionadas