O Sistema Findes foi o terceiro do país que mais estimulou o associativismo, em 2017. A informação é da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), com base no radar do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA).

O programa tem como objetivo estimular que as empresas se associem aos sindicatos aumentando as vantagens para os negócios, o desenvolvimento das empresas, as possibilidades e facilidades de articulação junto ao poder público, além da organização e fortalecimento do setor industrial. Historicamente, a Findes apresenta bons índices no radar do PDA, se firmando como protagonista no fortalecimento do setor industrial.

No radar do último ano, a federação capixaba aparece em terceiro lugar ao lado da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (FIEMT) no ranking geral das federações com 21 a 90 sindicatos.

Conheça o radar

O que é “Radar do PDA”?

O radar do PDA são 18 indicadores que a CNI acompanha em todas as federações. Esses indicadores são de desempenho e execução das ações do PDA. Quanto melhor a execução do programa maior a nota.

Quais são as ações do PDA?

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para aprimorar a atuação dos sindicatos e fortalecer seu vínculo com as indústrias, as federações estaduais e a CNI.

Quais são categorias?

Existem três categorias divididas por porte de federação.

Federações com até 20 sindicatos

AC, AL, DF, RO, RR, SE e TO

Classificação: FIEAC, FIEA, FIER

Federações com 21 a 90 sindicatos

AM, BA, CE, ES, GO, MA, MS, MT, PA, PB, PE, PI e RN

Classificação: FIEC, FIEPE, FINDES E FIEMT

Federações com mais de 90 sindicatos

MG, PR, RJ, RS, SC e SP

Classificação: FIERGS, FIEP/PR, FIESC

 

​Eixos do programa:

MOBILIZAÇÃO E RELACIONAMENTO SINDICAL

Estimula e fortalece a capacidade de mobilização de Sistema de Representação da Indústria e o relacionamento dos sindicatos empresariais entre si, com suas federações, a CNI e as indústrias.

GESTÃO SINDICAL

Estimular a adoção de metodologias e ferramentas como planejamento estratégico, sistemas de gestão, enxovais de comunicação, sites e newsletters para tornar mais eficiente a gestão dos sindicatos.

FORMAÇÃO DE LÍDERES E EXECUTIVOS SINDICAIS

Desenvolve competências de líderes e executivos sindicais necessárias à atuação sindical, oferecendo ações como oficinas e estimula o compartilhamento de boas práticas entre os sindicatos.

INTELIGÊNCIA SINDICAL

Provê informações estratégicas sobre o ambiente sindical como a Pesquisa Sindical e o Informe Sindical e estimula a adoção de ferramentas de inteligência sindical

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Desenvolve mecanismos e provê serviços para incrementar o portfólio de produtos e serviços dos sindicatos para as indústrias. Neste eixo, merece destaque a parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a oferta de capacitação empresarial no projeto Diálogos Industriais.

Por Fiorella Gomes

Imprimir

Notícias Relacionadas