O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) acaba de receber a certificação Great Place to Work (GPTW), uma espécie de selo que atesta que a instituição é um ótimo lugar para trabalhar. A certificação de origem norteamericana e atualmente presente em mais de 50 países, mostra a qualidade do ambiente de trabalho e das práticas do IEL.

A metodologia para que uma empresa consiga a certificação GPTW é baseada em apenas um critério básico: uma pesquisa interna em que, a cada 10 funcionários, 7 tenham uma percepção favorável sobre a organização. A certificação vale por 12 meses, e a organização recebe um selo para utilização em suas comunicações.

O GPTW não utiliza número limitado de empresas reconhecidas, como nos rankings tradicionais, e garante que todos os bons ambientes de trabalho tenham seus esforços reconhecidos e ganhem visibilidade.

Anuário IEL 200 Maiores e Melhores Empresas no Espírito Santo

Outra novidade é a divulgação das empresas certificadas com o selo GPTW no Anuário IEL 200 Maiores e Melhores Empresas do Espírito Santo. A categoria “Melhor Empresa Para Se Trabalhar” foi criada para qualificar as melhores companhias capixabas que atingiram o critério principal de certificação.

A premiação está marcada para o dia 21 de agosto, quando acontecerá o 2º Fórum IEL de Gestão com o tema “Propósito e pessoas construindo resultados” e o lançamento da 22ª edição do Anuário IEL 200 Maiores e Melhores Empresas no Espírito Santo.

Programa de certificação GPTW

O Programa de Certificação GPTW foi criado para reconhecer organizações que valorizam pessoas. Esse método amplia a capacidade de reconhecer ótimos ambientes de trabalho além do limite do número de “vagas” disponíveis nos rankings das Melhores Empresas para Trabalhar.

Para se certificar, uma organização precisa realizar uma pesquisa com seus funcionários. Se 70% deles considerarem sua organização um bom lugar para trabalhar, de acordo com a metodologia Great Place to Work, a organização será certificada.

Por Mateus Metzker

Imprimir

Notícias Relacionadas