No final do mês de janeiro, foi divulgado o resultado do Bloomberg Innovation Index 2019 e o Brasil aparece na parte final da tabela do índice mundial que apresenta um ranking dos países mais inovadores. Ocupando o 45º lugar da lista, ladeamos a Argentina e México. Do lado contrário, estão Coreia do Sul, Alemanha e Finlândia como os mais inovadores.

Para elaborar o índice, são levados em consideração fatores como produtividade, a pesquisa e a geração de patentes. E, segundo especialistas, para um país se tornar inovador, a Educação é a base, sobretudo na formação de profissionais, que devem ser mais produtivos, criativos, críticos, questionadores, inovadores e até mesmo inventores.

A parte boa é que no Senai temos a solução!

O Fórum Exame 2018 apontou o Senai como trunfo para o Brasil se modernizar, inovar e alcançar a Indústria 4.0, já que atuamos no fomento à digitalização da indústria e formação de mão de obra.

Abaixo contamos como fazemos para ajudar a indústria brasileira.

Aqui no Senai-ES reformulamos todo o nosso portfólio de cursos técnicos, a fim de trabalhar as três principais competências exigidas pela 4ª Revolução Industrial: interpessoal, intrapessoal e cognitiva.

“O objetivo é fazer com que os componentes curriculares com posicionamento de competências atualizadas, com foco na Indústria na 4.0, tornassem o perfil de saída dos nossos alunos adequados às demandas da indústria, além de atender às tecnologias habilitadoras”, aponta Priscilla Carneiro, diretora de Educação do Sesi/Senai-ES.

Neste sentido, nossos cursos técnicos, em 2019, passam a ter foco específico para as demandas da Indústria 4.0.

Clique aqui e saiba mais sobre os cursos!

São 15 áreas de atuação!

Dessa forma, nossos alunos desenvolvem as habilidades do profissional do futuro como resolução de problemas, trabalho em equipe, empreendedorismo, orientação à mudanças e aprendizado contínuo.

Por aqui, também qualificamos quem já está inserido no mercado de trabalho e quer se atualizar na profissão. “Oferecemos os cursos de Aperfeiçoamento Profissional, que têm como foco a ampliação e a complementação das competências para o trabalho; e a Qualificação Profissional, voltada para adultos e jovens a partir de 16 anos de idade que queiram aprender de uma maneira mais rápida e descomplicada uma nova profissão ou mesmo certificar-se na profissão já exercida”, explica Edglei Marques, gerente Serviços de Tecnologia e Inovação (STI) do Senai.

Aqui no Senai, as empresas também encontram soluções em Inovação e Tecnologia, com as nossas consultorias e laboratórios abertos.

Em Vitória, existe o Instituto Senai de Tecnologia em Eficiência Operacional. Com sua infraestrutura moderna, ele oferece soluções em eficiência energética, produtividade, gestão de manutenção, segurança e meio ambiente. Conta ainda com o primeiro spacemaker da Capital, com foco em prototipagem e validação de novos conceitos, tecnologias e negócios.

Conheça mais sobre o Instituto Senai de Tecnologia (IST)!

Entre em contato com nossos consultores, nós podemos desenvolver a proposta mais adequada às suas necessidades!

O setor de vestuário capixaba também ganhou dois laboratórios abertos no Senai, o ModaLab1, em Vila Velha, e o ModaLab2, em Colatina, projetados para facilitar o acesso das indústrias capixabas à tecnologia de ponta à baixo custo e beneficia, sobretudo, micro e pequenos empresários.

Contamos também com o Programa de Inovação na Indústria Capixaba (Inovic) é focado na geração de novos mercados, criação de novos produtos e desenvolvimento de soluções.

E, neste ano, lançaremos uma novidade para o Espírito Santo: o FindesLab.

“O FindesLab vai se consolidar como um hub de inovação da indústria capixaba. E junto com o IST, vai trabalhar no desenvolvimento de soluções tecnológicas para as empresas apoiando em todo processo: desafio, ideação, protótipo e desenvolvimento tecnológico, com foco em otimização, em ganho de escala e eficiência”, explicou a diretora de Inovação e Tecnologia do Senai, Juliana Gavini.

Veja outras ações do Senai para fomento da Inovação!

Levar inovação e tecnologia para a indústria capixaba faz parte da missão do Senai-ES para contribuir com o aumento da competitividade do setor

Por Fiorella Gomes

Imprimir

Notícias Relacionadas