O Instituto de Desenvolvimento Educacional e Empresarial do Estado (Ideies) realizou mais dois painéis do projeto “Indústria 2035”. A iniciativa, realizada em São Mateus e Linhares nesta quarta (15) e quinta-feira (16), respectivamente, vai identificar setores portadores de futuro na economia capixaba e traçar rotas estratégias para seu desenvolvimento.

Após promover encontros em Venda Nova do Imigrante e Cachoeiro de Itapemirim na primeira semana de agosto, reunindo lideranças empresariais das regiões Serrana e Sul do Estado, o Ideies esteve nas regiões Norte e Central. Nestes dois dias, cerca de 80 empresários representaram 33 municípios na discussão sobre o futuro do Espírito Santo.

Os painéis apresentam tendências globais para os principais segmentos da economia e resultam em uma matriz com setores de maior potencial e atratividade, construída a partir da análise de cada participante. Para o presidente do Sistema Findes, Léo de Castro, o planejamento vai nortear a agenda do setor produtivo capixaba nos próximos anos.

“Historicamente, sempre que o Espírito Santo planejou seu futuro, as propostas tiveram a participação direta do Governo. O que estamos fazendo é uma segunda etapa, debatendo desafios específicos com profundidade, projetando a indústria do futuro a partir do diálogo com as lideranças do setor”, argumentou Castro.

Segundo o diretor-executivo do Ideies, Marcelo Saintive, a Federação está repetindo uma história de sucesso realizada no passado. “A atuação da Findes na década de 60, sobretudo na crise do café, foi essencial para planejar o futuro do Estado. Estamos recuperando essa proposta, retomando a discussão sobre o desenvolvimento econômico”, explicou.

Região Norte

Água Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Conceição da Barra, Ecoporanga, Jaguaré, Mantenópolis, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, São Mateus, Vila Pavão

Região Central

Aracruz, Baixo Guandu, Colatina, Fundão, Governador Lindenberg, Ibiraçu, João Neiva, Linhares, Marilândia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Roque do Canaã, Sooretama e Vila Valério.

Conheça as etapas do Indústria 2035

Setores Portadores de Futuro

Por meio de um processo de inteligência coletiva, com a incorporação de conhecimentos de macrotendências setoriais e tendências tecnológicas, serão identificados os setores, segmentos e áreas mais promissores para o desenvolvimento do Espírito Santo.

Rotas estratégicas

Construção coletiva dos caminhos possíveis de desenvolvimento dos Setores Portadores de Futuro, com a identificação de entraves existentes, ações resolutivas e tecnologias-chaves para a competitividade dos setores, segmentos e áreas.

Observatório da Indústria

Sistema de inteligência competitiva, com informações que permitirão monitorar metas traçadas nas rotas estratégicas

Por Rafael Porto

Imprimir