Segurança do Trabalho lidera a lista de cursos favoritos das capixabas

 

Foto: Getty Images

Agora é que são elas!

Atividades que antes eram predominantemente masculinas estão cada vez mais sendo ocupadas por mulheres. Dados do extinto Ministério do Trabalho apontam que, nos últimos 20 anos, houve um aumento de 19,4% na participação feminina no mercado de trabalho.

A procura de cursos técnicos por mulheres também cresceu. Focados na formação prática, apresentam-se como opção para quem deseja se inserir mais rapidamente no mercado de trabalho ou mudar a sua área de atuação. O Senai é referência mundial na área, com um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina.

No Senai Espírito Santo, o mais buscado pelas mulheres foi o de Segurança do Trabalho, que visa preparar o profissional para eliminar riscos e proteger o funcionário de possíveis acidentes em empresas, construções e instalações industriais.

Outros cursos que atraem a atenção das mulheres capixabas são Desenvolvimento de Sistemas, Meio Ambiente e Mecânica. Conheça!

O que ensina

Planejar, aplicar e controlar ações e métodos de segurança no trabalho são alguns dos aprendizados de quem cursa técnico em Segurança do Trabalho. Identificar fatores de risco de acidentes do trabalho e doenças e implantar medidas para neutralizá-los são algumas das atividades desenvolvidas por essa profissão, que envolve ainda a promoção de programas educacionais, eventos e capacitações dos trabalhadores para melhores práticas e segurança.

Média Salarial

R$ 3.391,27

O que ensina

Desenvolver e programar sistemas computacionais, atendendo normas e padrão de qualidade, usabilidade, integridade e segurança da informação são algumas das atividades ensinadas pelo curso.

Média Salarial

R$ 4.294,32

O que ensina

Monitorar, coletar e interpretar dados e documentações ambientais. Quem cursa técnico em Meio Ambiente aprende a executar análises físico-químicas e microbiológicas e o controle operacional de sistemas de tratamento de águas, efluentes, emissões atmosféricas e resíduos sólidos, e a recuperação de áreas degradadas, considerando os aspectos técnicos, econômicos e legais.

Média Salarial

R$ 2.383,25

O que ensina

Esta profissão responde pela instalação, produção e manutenção de processos de fabricação mecânica. O curso ensina o estudante a projetar e manter sistemas e instalações, desenvolver e selecionar ferramentas, além de controlar materiais, insumos e atividades de produção.

Média Salarial

R$ 4.566,43

Por Fiorella Gomes

Imprimir