O Encontro de capacitação e apoio técnico às entidades socioassistenciais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) é organizado pela Secretaria Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania.

Cerca de 200 representantes de entidades sem fins lucrativos que compõem o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) do Espírito Santo se reuniram na Sede da Findes, em Vitória, na última sexta-feira (4), para discutir sobre os desafios e oportunidades em aperfeiçoar ações socioassistenciais no Estado. Eles receberam um apoio técnico do Ministério da Cidadania com o objetivo de qualificar os serviços ofertados no Espírito Santo.

Durante o evento, foram discutidos os desafios em relação à Certificação das Entidades Beneficentes da Assistência Social (Cebas), a inclusão no Cadastro Nacional de Entidades de Assistência Social (CNEAS) e a adequação destas instituições às regras da Política Nacional de Assistência Social.

O diretor de Saúde e Segurança do Sesi ES, Júlio Zorzal, ressaltou a importância do evento e afirmou que instituições mais qualificadas podem oferecer serviços sociais com mais qualidade e resultados mais eficazes. “Aprofundar as discussões nesse tema possibilita uma maior proximidade e diálogo com as entidades socioassistenciais a respeito do funcionamento do SUAS-Sistema Único de Assistência Social, que trabalha para garantir os direitos a todos os cidadãos que delas necessitam”, explicou Zorzal.

Participaram do encontro os servidores da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS), representantes do Estado e do município, representantes da Findes e de OSCs do Espírito Santo e Sul da Bahia.

Durante o evento, o secretário especial do Desenvolvimento Social, Lelo Coimbra, lembrou que cerca de 5,2 mil entidades em todo o País já possuem o Cebas e foram formalizadas como filantrópicas – dessas, 124 estão no Espírito Santo. “É uma rede importante, fundamental, para que possamos chegar àqueles brasileiros que são mais pobres, mais vulneráveis, que precisam ser atendidos, orientados e encaminhados e que hoje estão inscritos no Cadastro Único. Este é um momento de uma nova relação com essas entidades que prestam estes serviços. É dar segurança para o que eles fazem”, ressaltou.

Confira algumas fotos do evento:

Imprimir