O Senai-ES está com 1.512 vagas em aberto para 15 cursos técnicos em todas as unidades do Estado. As matrículas vão até o dia 31 de janeiro de 2019, com aulas previstas para iniciarem em fevereiro.

A novidade para o próximo ano é que os cursos do Senai-ES terão foco específico para as demandas do novo mercado de trabalho, que segundo o Fórum Econômico Mundial, até 2022, deve sofrer profundas mudanças pautadas pelo avanço da tecnologia e a 4ª Revolução Industrial, resultando na transformação do modus operandi das profissões hoje existentes e criando 133 milhões de novos postos de trabalho. Além disso, o Diretório Nacional do Senai aponta que 30 novas profissões devem surgir em oito áreas do setor industrial que mais devem ser impactadas pela Indústria 4.0.

Essas mudanças exigem do profissional novas e diferenciadas habilidades devido aos ambientes de trabalho cada vez mais desafiadores, com humanos trabalhando lado a lado com robôs colaborativos em prol do aumento da produtividade. Por isso, o Senai-ES repensou a sua grade de ofertas dos cursos técnicos, tornando-os ainda mais completo, habilitando o aluno para o rápido ingresso na carreira.

Confira as ofertas de curso técnico:

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Beira-Mar, em Vitória.

Carga horária: 1.360 horas

Turnos:  Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 450

total de R$ 10.800,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Beira-Mar, em Vitória.

Carga horária: 1.360 horas

Turnos:  Matutino – 7h30 às 11h30

Vespertino – 13h30 às 17h30

Valor: mensalidades de 24 x R$ 390

total de R$ 9.360,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades do Senai em Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, Serra e Vitória

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30
Noturno – 18h30 às 22h

Obs: Em algumas unidades o curso é oferecido apenas em turno noturno. A oferta de turno deve ser conferida na unidade escolhida pelo estudante

Valor: mensalidades de 24 x R$ 390

total de R$ 9.360,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades do Senai em Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, Serra, Vila Velha e Vitória

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Matutino – 7h30 às 11h30
                   Vespertino – 13h30 às 17h30
Noturno – 18h30 às 22h

Obs: Em algumas unidades o curso é oferecido apenas em turno noturno. A oferta de turno deve ser conferida na unidade escolhida pelo estudante

Valor: mensalidades de 24 x R$ 390

total de R$ 9.360,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Vila Velha

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Matutino – 7h30 às 11h30
Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 390

total de R$ 9.360,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades do Senai Linhares e Vitória

Carga horária: 1.000 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30
Noturno – 18h30 às 22h

Obs: Em algumas unidades o curso é oferecido apenas em turno noturno. A oferta de turno deve ser conferida na unidade escolhida pelo estudante

Valor: mensalidades de 18 x R$ 390

total de R$ 7.20,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades do Senai em Cachoeiro de Itapemirim e Vitória.

Carga horária: 1.000 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30
Noturno – 18h30 às 22h

Obs: Em algumas unidades o curso é oferecido apenas em turno noturno. A oferta de turno deve ser conferida na unidade escolhida pelo estudante

Valor: mensalidades de 18x R$ 350

total de R$ 6.300,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Beira-Mar, em Vitória

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30
Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 350

total de R$ 8.400,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades do Senai em Cachoeiro de Itapemirim e Serra.

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30

Noturno – 18h30 às 22h

Obs: Em algumas unidades o curso é oferecido apenas em turno noturno. A oferta de turno deve ser conferida na unidade escolhida pelo estudante

Valor: mensalidades de 24 x R$ 350

total de R$ 8.400,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Serra.

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30

Valor: mensalidades de 24 x R$ 350

total de R$ 8.400,00

total de R$ 8.400,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Vila Velha

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Matutino – 7h30 às 11h30

Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 350

total de R$ R$ 8.400,00

Onde fazer:  o curso é oferecido no Senai Serra

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 350

total de R$ 8.400,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades de Colatina e Vila Velha

Carga horária: 1.280 horas

Turnos:  Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 320

total de R$ 7.680,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades de Cachoeiro de Itapemirim e Colatina

Carga horária: 1.200 horas

Turnos:  Vespertino – 13h30 às 17h30

Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 24 x R$ 320

total de R$ 7.680,00

Onde fazer:  o curso é oferecido nas unidades de Vila Velha

Carga horária: 960 horas

Turnos: Noturno – 18h30 às 22h

Valor: mensalidades de 18 x R$ 320

total de R$ 5.760,00

Saiba mais sobre os cursos técnicos do Senai-ES

Clique aqui e faça a sua pré-inscrição!

As maiores ofertas são para os cursos de eletrotécnica e mecânica, sendo 385 vagas para a primeira e 348 para a segunda modalidade de ensino; seguidos de meio ambiente com 130, segurança do trabalho com 115 e redes de computadores com 113 vagas.

As oportunidades estão divididas entre as unidades de Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, Serra, Vila Velha e Vitória e estão disponibilizadas nos turnos matutino, vespertino e noturno, sendo 172, 412 e 928 vagas, respectivamente.

Os interessados em estudar no Senai e se profissionalizar para o mercado de trabalho no setor industrial devem estar cursando a 2ª ou 3ª série do Ensino Médio ou comprovar a conclusão das atividades escolares.

Matrículas

O candidato deve preencher o requerimento de matrícula e entregar os documentos na Secretaria das unidades do Senai. Para menores de 18 anos, é necessário o acompanhamento de um responsável, portando documento de identificação.

O calendário escolar prevê o início das aulas de 04 de fevereiro de 2019, conforme curso e turno.

Informações podem ser obtidas nas unidades de ensino do SENAI-ES de segunda a sexta-feira das 8h às 20h.

Diferenciais

Lean Educacional – Cinco unidades do Senai-ES receberam o piloto da metodologia Lean Educacional em suas oficinas de usinagem neste ano de 2018. O projeto tem como propósito a redução dos desperdícios presentes dentro do âmbito educacional, aumentando a qualidade do ensino e otimizando seus recursos dentro das escolas Senai

Indústria 4.0 na grade curricular – A partir de 2019, os cursos oferecidos pelo Senai-ES terão os conceitos das principais tecnologias habilitadoras da Indústria 4.0 em sua grade curricular, como sensoriamento, virtualização, internet das coisas, big data, além de conhecimentos sobre as novas tecnologias digitais, técnicas de programação e análise de dados, resolução de problemas complexos, por meio das chamadas competências socioemocionais.

Eficiência operacional – Os cursos técnicos do Senai-ES já contemplam conhecimentos de Lean Manufacturing como forma de capacitar os alunos a identificar os desperdícios, tratar os gargalos e aumentar a produtividade da indústria.

 

Por que o Senai?

O Senai possibilita aos seus alunos um ensino completo, profissional e tecnológico, habilitando-os para o mercado de trabalho e elevando, por meio da qualificação de seus quadros, a competitividade da Indústria Capixaba. Para isso, conta com unidades com infraestrutura completa, dotada de equipamentos modernos para que seja realizada o bom casamento entre a teoria e a prática. Ou seja, os alunos do Senai aprendem colocando a mão na massa.

Estatísticas mostram que, no Espírito Santo, 95% dos empresários da indústria preferem contratar egressos na instituição e 64% dos concluintes conseguem emprego.

Em 2017, na avaliação de desempenho de estudantes dos cursos técnicos de nível médio, os alunos do Senai Espírito Santo atingiram a marca de 82,5% considerados com adequado e avançado. O Senai é a única instituição do país que tem avaliação de saída do aluno.

SAEP

O resultado do Sistema de Avaliação da Educação Profissional (Saep) 2017 colocou o Senai-ES em 9º lugar das 27 unidades do Brasil. Os cursos de Refrigeração e Climatização e de Plástico – que têm vagas abertas no Senai Serra – tiveram os melhores desempenhos na classificação geral por curso.

“Isso é o reflexo do esforço de doação da equipe de educação, juntamente com os times de professores, técnicos e gestores das unidades escolares, em busca da padronização e modernização das nossas matrizes curriculares, de nossa infraestrutura, da adequação do perfil do nosso docente afeto às novas tecnologias e, sobretudo, para implementação do itinerário formativo nacional, no que tange o processo de formação para excelência dos nossos alunos, afirma a diretor de Educação Sesi/Senai, Priscilla Carneiro.

A avaliação nacional de desempenho busca analisar as competências e habilidades dos estudantes dos cursos ofertados pelo Senai, a fim de adequar as metas para a educação e aprimorar os indicativos da gestão e da coordenação pedagógica. O Saep permite levantar informações sobre os fatores sociais, a estrutura física, a metodologia e os recursos didáticos para a construção de conhecimento, com o intuito de fazer da formação um diferencial na vida dos alunos.

Internacional

O Senai foi apontado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das três mais importantes instituições para alcance do objetivo de assegurar educação de qualidade entre os integrantes da Cooperação Sul-Sul – mecanismo de países emergentes do hemisfério destinado a dar respostas conjuntas a desafios comuns. Na ocasião, destacou-se o compromisso do SENAI com a oferta de cursos de qualidade em 28 áreas tecnológicas, de forma presencial e a distância, alinhada com as necessidades da indústria.

A instituição também foi destaque na WorldSkills, maior competição de profissões técnicas do planeta. Em 2017, a delegação brasileira foi composta por 56 competidores, sendo 51 alunos e ex-alunos do Senai, e conquistou o 2º lugar geral com um total de 34.901 pontos, ficando atrás apenas da Rússia, que obteve 35.461 pontos.

Por que trabalhar na indústria?

O setor industrial é um dos mais importantes para o crescimento econômico do Brasil, gerando emprego e remunerando bem os seus colaboradores.

A indústria, hoje, é responsável pelo emprego de 9,6 milhões de trabalhadores brasileiros, tendo 21% de participação no emprego formal do país. Além disso, os melhores salários também são pagos pelas indústrias: enquanto a média Brasil é de R$ 5.476, a média de remuneração do setor é de R$ 7.374 para os trabalhadores que possuem, ao menos, o ensino superior completo. Já para os trabalhadores com ensino médio completo, a indústria paga, em média, R$ 2.291, enquanto os demais setores remuneram em R$ 1.989.

Por Fiorella Gomes

Imprimir

Notícias Relacionadas