Separamos algumas ferramentas usadas em cursos do Senai-ES, que ajudam a formar os profissionais mais capacitados para o mercado de trabalho. Vem ver!

 

Foto: CNI | Divulgação

Prender a atenção dos alunos, fazê-los aprender o conteúdo de forma mais prática e dinâmica sempre foi um desafio das salas de aula, que vem sendo superado com o uso de tecnologias.

Essas ferramentas tornam a aprendizagem mais atraente e oferecem inúmeras possibilidades de ensino com um casamento muitas vezes divertido entre teoria e prática.

Os equipamentos de realidade virtual, por exemplo, ajudam a ilustrar conteúdos mais difíceis, já que promove uma interação com o aluno, levando-o para para dentro do conhecimento.

No Senai, o uso dessas tecnologias permite que os alunos encarem de forma mais clara as tecnologias que existem na indústria, como o laboratório de automação e mecatrônica, na unidade de Vitória, que mostra de forma dinâmica a integração entre o homem e máquina, além de possuir equipamentos que mostram a evolução das tecnologias industriais até chegar na 4ª Revolução Industrial.

Separamos algumas das ferramentas usadas em cursos do Senai-ES e que nos permitem formar os profissionais mais capacitados para o mercado de trabalho. Vem ver!

Aplicativo que utiliza realidade aumentada como forma de interação entre os alunos e os livros do Programa Nacional de Educação a Distância (PNEAD).

Aplicativo de compartilhamento de informações e desafios entre uma mesma turma.

Ferramenta para desenvolvimento do raciocínio lógico e programação aplicada à realidade industrial.

Metodologia de convergência das ferramentas educacionais, promovendo aulas mais interativas.

Desenvolvimento de atividades para união entre máquinas inteligentes, análise computacional e trabalho colaborativo, promovendo aulas multidisciplinares com convergência de tecnologias.

Ferramenta que auxiliar o desenvolvimento das habilidades de controle antes do processo real de soldagem.

Ferramentas de interatividade dos conhecimentos com a turma através da elaboração de perguntas e respostas relativas às unidades curriculares.

Criação de soluções por meio de resolução de desafios, que permite aprender de forma colaborativa

Por Fiorella Gomes

Imprimir